SERTANEJOS – 6 mil assentamentos sem presença de uma igreja evangélica

O CLAMOR DOS ESQUECIDOS

Conhecendo as terras áridas do Brasil no contexto missionário e as possibilidades de produzir vida. O DESAFIO DA EVANGELIZAÇÃO DO SERTÃO.

Na Região do Nordeste do Brasil, o Sertão representa um grande desafio de evangelismo e implantação de igrejas, conhecido pelos evangélicos como a Janela 10/40 do Brasil, principalmente a zona rural. A Região continua sendo uma das menos evangelizadas do país. Embora nos últimos anos o número de evangélicos tenha crescido muito no Brasil, este não tem sido o caso do Sertão. Portanto, é hora da igreja focar seus esforços em favor da evangelização e implantação de igrejas em áreas mais carentes do nordeste, principalmente a zona rural sertaneja. A igreja evangélica brasileira precisa atender a este clamor.

A zona rural do Sertão Nordestino possui mais de 15 milhões de habitantes e tem menos de 0,1% de crentes, com mais de 10 mil comunidades rurais sem a presença de uma igreja evangélica.

A zona rural nordestina é a Região do Brasil que apresenta os piores índices sociais, tais como: analfabetismo, desnutrição, evasão escolar, renda familiar muito baixa, falta de assistência médica e odontológica, entre outros.

Cremos que só o Evangelho pode transformar de forma radical, rigorosa e profunda a vida do homem sertanejo. A zona rural continua esperando pelas boas novas de amor, de paz e de redenção espiritual através da evangelização, de discipulados, grupos familiares, ajuda comunitária, trabalhos com crianças, impactos evangelísticos, apoio de missionários.

O desafio de alcançar este povo ainda não alcançado precisa ser encarado de forma urgente. Esta é a hora de uma ação radical direcionada para alcançar o povo sertanejo que vive na zona rural.

Fonte: Semadema